O samba não pode parar

Paulo George / Fabrício do Império

A chuva tá caindo mais
o samba não pode parar
não, não, não pode parar
não, não, não pode parar

Esta chuva miuda para o
sambista é uma coisa a toa
chuva miuda no samba
malandro é garôa
chuva miuda no samba
malandro é garôa

Esta chuva é sereno e
não molha mais ninguém
cada pingo que cai é
mais um sambista que vem

Ih! mais o samba não pode
parar não, não, não, não
pode parar

A chuva tá caindo mais
o samba não pode parar
não, não, não pode parar
não, não, não pode parar

Esta chuva miuda para o
sambista é uma coisa a toa
chuva miuda no samba
malandro é garôa
chuva miuda no samba
malandro é garôa

O samba é a força do povo
até parece temporal
é o sol nascendo novo na
manhã do carnaval

mais o samba não pode
parar não, não, não, não
pode parar

A chuva tá caindo mais
o samba não pode parar
não, não, não pode parar
não, não, não pode parar

Direto





ficha técnica da faixa
Dona Ivone Lara: voz