Noites de magia

Dona Ivone Lara / Délcio Carvalho / Bruno Castro



A orgia
É sempre bom lembrar
Aquelas noites cheias de magia
Sob a luz do luar

Havia um canto
Na voz do vento
A nos embalar
E um lamento de saudade
Trazendo a felicidade
Que brilhava em nosso olhar
Pra tentar expulsar
O que o coração não quis guardar

Está calada minha viola
Também meus versos
Sem melodia
Bate a saudade que me arrepia
Qual tempestade em noite fria
Com a orgia no pensamento
Eu passo a vida num só tormento
Sem ter carinho, sem ter paixão.
Sofre meu coração


© Warner Chappell Edições Musicais LTDA /
Noites de magia
ouça a música
em Nas escritas da vida (com Bruno Castro), 2010 Áudio