Apito de ouro

Dona Ivone Lara / Bruno Castro

A sua ausência me dói pra valer
E o samba é triste sem a sua voz
Anjo feroz
Que enfrentou vendavais
E foi pra mim muito mais
Que um bamba

Foi um sambista genial
Harmonizando o carnaval
Foi na matriz imperial
O maior diretor de samba

Do império ele partiu como um guerreiro
E subindo a balaiada viu nosso Senhor
Despediu-se dos sambistas e jongueiros
E o povo da Serrinha chorou

Na avenida comandava com muita raça
E a escola desfilava. Quanta empolgação!
Seu apito era de ouro de verdade
Salve o Mestre Fuleiro, que saudade


© Warner Chappell Edições Musicais LTDA / Nowa Produções Artísticas LTDA
Apito de ouro