Meu samba é luz, é céu e mar

Dona Ivone Lara / Délcio Carvalho

Quero arrancar da minha mente
Tristeza, saudade
Quero espalhar pra toda gente
A minha verdade
Quero soltar enfim
A alegria que mora em mim
Que querem sufocar
Com tanta maldade, covarde
Quero soltar, enfim
A alegria que mora em mim
Que querem sufocar
Lentamente até matar
Mas a maldade tem seu dia
Quem faz o mal não se cria
Nem vive em paz
Me armo de samba e poesia
E a minha melancolia logo se desfaz
Me prende a toda beleza
E solto amor em meu cantar
E não sei odiar
Não se destrói a natureza
Meu samba é luz, é céu e mar
Não se destrói a natureza
Meu samba é luz, é céu e mar..



© Warner Chappell Edições Musicais LTDA /
Meu samba é luz, é céu e mar
ouça a música
em Arte do encontro, 1986 Áudio